3 características ideais para colaborador de empresa de segurança

Subheader

Junto com estrutura tecnológica, o capital humano da sua empresa é essencial para garantir a qualidade dos serviços prestados. Os colaboradores precisam conhecer a fundo os valores da empresa, o tipo de serviço que ela entrega e o perfil de cada um dos clientes. Porém, muitos gestores costumam contratar novos funcionários sem prestar muita atenção nas suas aptidões e competências. Nossa experiência em tecnologia para segurança mostra que profissionais mal qualificados só geram resultados ruins. Por isso, separamos uma lista com 3 características ideais para colaborador de empresa de segurança inspiradas na nossa experiência neste setor. São conselhos que podem ajudá-lo a escolher a pessoa certa para a sua organização.

Nossas 3 características ideais para colaborador de empresa de segurança são:

– Domínio de tecnologia: é lógico que um colaborador de empresa de segurança não vai conhecer todo sistema para gestão de segurança disponível no mercado. Porém, é importante que ele saiba qual é a mecânica de funcionamento desse tipo de ferramenta, como ela pode ajudá-lo no trabalho diário e quais funções só devem ser usadas em casos de emergência. Quem não tiver esses três valores em mente pode gerar grandes dores de cabeça para a sua companhia.

Outra dica para contratar um colaborador de empresa de segurança é verificar se ele já trabalhou com algum sistema popularmente usado no mercado. Isso garantirá que ele conhece minimamente a mecânica de funcionamento da solução e que poderá, após um período de treinamento, trabalhar com a sua ferramenta. Para averiguar se um candidato tem essa aptidão, faça algumas perguntas durante a entrevista sobre experiência pregressa e tecnologias.

– Visão integrada da estrutura de segurança: sempre costumamos abordar aqui no Blog da Segware a importância de integrar soluções de segurança eletrônica. Se a sua empresa busca esse valor nos serviços prestados, é importante que o colaborador de empresa de segurança também tenha uma visão integrada da estrutura. Assim, ele saberá usar todos os recursos disponíveis para evitar uma intrusão ou minimizar os danos causados por um sinistro.

Além da questão tecnológica, pense que um colaborador de empresa de segurança também precisa ter uma visão integrada em relação ao grupo de trabalho. Cada colaborador é uma peça importante dentro de um serviço de segurança. Por isso, é importante que ele saiba onde pode se encaixar nessa estrutura e de que forma os colegas podem colaborar com o seu trabalho. Uma conversa durante a fase de entrevistas é capaz de revelar essa capacidade nos candidatos.

– Resposta rápida: os clientes estão cada vez mais próximos das empresas de segurança. É só pensar que, com um dispositivo móvel, uma pessoa pode relatar um sinistro, demandando atendimento imediato. Essa proximidade traz um desafio para as organizações: a capacidade de responder logo a esses chamados. Por isso, na hora de recrutar um colaborador para a sua equipe, procure por um profissional capaz de dar respostas rápidas em todas as situações, principalmente em emergências.

Essa característica pode ser observada em dinâmicas de grupo ou em atividades propostas pelos profissionais de RH que estimulem a resposta rápida. O ideal é que o profissional seja reativo sem ser apenas instintivo. Ele deve refletir sobre as ações e tomar a atitude mais acertada para a situação. Na mesma forma, em casos de emergência, ele deve saber quais tecnologias usar e onde buscar informações primeiro. Essa competência pode ser fundamental para um cliente em situações de risco.

Restou alguma dúvida sobre o assunto ou possui alguma sugestão? Compartilhe conosco abaixo pelos comentários.