3 dicas para escolher uma boa combinação entre equipamentos e software de segurança

É muito importante contar com bons de equipamentos de segurança em conjunto com software que faça o monitoramento de todos estes equipamentos e suas funcionalidades, garantindo assertividade nos seus serviços, para seus clientes.

É muito importante contar com bons de equipamentos de segurança em conjunto com software que faça o monitoramento de todos estes equipamentos e suas funcionalidades, garantindo assertividade nos seus serviços, para seus clientes.

Empresas de segurança já convencidas da importância da tecnologia para aprimorar seus serviços costumam encontrar um desafio logo no início do investimento: como combinar da melhor maneira os equipamentos monitorados e software de segurança? Veja as nossas recomendações:

Escolha soluções certificadas

Essa dica pode até parecer um pouco óbvia, mas é essencial e deve ser reforçada. Por vezes, alguns gestores deixam-se levar pela tentação de preços menores e investem em softwares de monitoramento que não poderão garantir a eficácia dos serviços ou não se manterem atualizados conforme o mercado cresce e pede por novas funcionalidades. São soluções que não passam pelo devido controle de mercado e, por esse motivo, têm custos mais atrativos. No entanto, quando o assunto é segurança, todo o cuidado é pouco.

É importante salientar que algumas destas soluções já possuem estrutura de funcionamento em nuvem, desta forma, sua empresa consegue focar os esforços na operação em si, deixando de lado a preocupação em atualizações, backup, custos de hardware, energia, terceiros em TI, etc. Não perca tempo realizando manutenções em seus servidores ou tendo dor de cabeça por ter ocorrido uma falha no HD onde sua empresa possa perder os dados mais valiosos do seu monitoramento.

Desenvolva um protótipo para validação com testes de bancada

Antes de instalar qualquer equipamento e passar a oferecer os serviços, recomendamos que faça uma bateria de testes em casa. Conforme dissemos acima, é melhor se resguardar e esperar o momento certo para operar. Para isso, é interessante que se desenvolva um protótipo a fim de verificar se a solução dá conta das operações, qualificar a demanda e garantir a integração de todos os sistemas: alarme (confira aqui 3 cuidados que você deve ter com seu painel de alarme), câmeras, bastões de ronda, portaria remota, etc.

Este quesito é de extrema importância porque, normalmente, um software de segurança apresenta derivações e integrações – ele pode controlar, ao mesmo tempo, as operações de CFTV, painel de alarme, etc. Dessa forma, caso alguma parte do processo não esteja funcionando bem, você pode agir em cima do problema e evitar problemas futuros.

Estabeleça uma boa relação entre sua empresa e parceiros para manter-se atualizado

Tanto para seu fornecedor de software como para seu distribuidor de equipamentos, sejam estes câmeras, painéis de alarme, equipamentos de rastreamento, etc., é imprescindível que sua empresa tenha um bom relacionamento com estes parceiros. Atualizações de softwares são comuns de ocorrer, assim como lançamento de novos equipamentos ou até atualizações de firmwares destes. Diante disso, é muito importante que sua empresa esteja atualizada com as tecnologias presentes no mercado.

É importante que seu parceiro para software de monitoramento não deixe de fornecer atualizações com novas features e recursos que façam que sua empresa mantenha uma posição sólida no mercado, oferecendo o que o mercado necessita.

Por outro lado, também não deixa de ser importante a necessidade de que seu parceiro de equipamentos forneça as câmeras, painéis, rastreadores, etc., que tenha um ótimo custo benefício para sua necessidade e que tenham tecnologias atuais para o mercado, como DVR’s de alta qualidade, painéis com meios de comunicação redundantes, etc.

Sempre busque as novas tecnologias disponíveis no mercado e, para isso, visite feiras e eventos sempre que possível. Como está sua solução de monitoramento e os seus equipamentos? Eles estão atendendo a necessidade da sua empresa? Deixe seus comentários abaixo.