Como gerar novos negócios em monitoramento eletrônico?

Como oferecer serviços diferentes que atraiam novos clientes e criem novas oportunidades de negócios com os clientes da base.

[dot_recommends]

Para continuar crescendo no mercado de segurança eletrônica, as empresas de monitoramento precisam se reinventar oferecendo serviços diferentes que atraiam novos clientes e criem novas oportunidades de negócios com os clientes da base. O monitoramento por câmeras de segurança, portanto, pode ser a opção seguinte. Aliar alarmes e câmeras aumenta a confiabilidade do serviço e gera novas fontes de receita.

Você abriu uma empresa de monitoramento eletrônico de alarmes, conquistou uma parcela importante dos clientes da sua região pelo bom atendimento e qualidade do serviço. Os números, no entanto, mostram que o crescimento da sua empresa não está indo como deveria e a projeção está aquém do que você gostaria. Isso ocorre porque o efeito “novidade” já passou, quem estava pronto para contratar o serviço de monitoramento já contratou e agora o crescimento da sua empresa está nas mãos de possíveis clientes que ainda não conhecem o serviço de monitoramento por alarmes ou não entenderam porque precisam contratar a sua empresa, e não outra.

Esse é um momento delicado para a micro e pequena empresa de monitoramento, pois será necessário um incremento no capital para valorizar a empresa, passando, principalmente, pela criação de novas estratégias comerciais.

Você pode tanto entrar em novos nichos de mercado, como escolas, lojas comerciais, academias de ginásticas, condomínios e residências populares, quanto investir na estrutura necessária para ampliar os serviços de monitoramento que já oferece.

No segundo caso, oferecer o monitoramento por câmeras de segurança como um serviço, ou seja, monitorar o local definido pelo cliente final emitindo um boleto mensal para pagamento pode ser uma opção rentável. Veja como se preparar:

Novos negócios demandam investimento em infraestrutura

Para começar a operar com monitoramento por câmeras, você vai precisar:

1. Levantar os custos com os equipamentos (câmeras IP, câmeras analógicas, DVRs, HVRs, NVRs,). Compare com marcas diferentes, mas opte pela melhor custo-benefício. Equipamentos de má qualidade podem interferir na qualidade do monitoramento;

2. Capacitar funcionários para a instalação do CFTV (circuito fechado de TV);

3. Adquirir um computador com boa capacidade de processamento para utilizá-lo como servidor de imagem;

4. Contratar um software VMS (video monitoring system), de preferência integrado ao seu software de alarmes;

5. Alguns clientes podem solicitar o serviço de gravação das imagens, então será necessária a compra de HDs ou outras mídias para salvar as imagens.

Ao investir em novos negócios, invista também em maneiras criativas de vendê-los

É comum que fabricantes de câmeras de segurança forneçam aplicações para visualizar as imagens, mas isso não está associado a um serviço, o cliente final compra apenas uma vez os equipamentos e ele mesmo realiza o monitoramento.

O preço certamente é um atrativo nesse caso, no entanto, há algumas desvantagens que você pode explorar para criar novos argumentos de venda:

– falta de manutenção preventiva e corretiva nos equipamentos;

– falha de geração das imagens;

– configurações complexas entre DVRs e câmeras;

– tempo e espaço para gravar e armazenar as mídias com as imagens salvas.

A contratação do serviço livra o cliente final de diversas atividades que não são o foco diário dele. Isso diminui a sobrecarga de tarefas para ele, o que pode influenciar bastante em sua decisão de compra.

Essa nova forma comercializar o serviço de monitoramento por imagem gerará uma receita recorrente para a sua empresa. Além de suprir as necessidades do cliente, aproveite o momento para elaborar estratégias de marketing com apelos específicos para públicos diferentes.

Segmente os nichos que deseja entrar e personalize os materiais de divulgação para cada tipo de perfil de cliente.

O serviço de monitoramento de imagem permite pacotes diferenciados que podem incluir:

Ronda virtual: você visualiza o mosaico do cliente na tela do VMS e confere ao vivo o perímetro monitorado a distância. Dessa forma, o cliente final pode dispensar a ronda física no local.

Chegada assistida: tenha acesso às imagens próximas ao local monitorado e acompanhe o cliente final até a chegada ao destino. Este serviço pode ser direcionado para moradores de condomínios de alto padrão ou para transporte de valores, por exemplo.

Gravação e armazenamento das imagens: grave, classifique e armazene as imagens capturadas em mídias de memória.

Na hora de contratar um sistema VMS, além de saber se ele é integrado ao seu sistema de alarme, confira se ele grava as imagens antes e depois de um disparo de alarme, isso permite um tratamento mais eficaz da ocorrência.

A integração entre VMS e aplicativo para o cliente final é um diferencial na hora de vender serviços de imagem, porque a facilidade de visualizar as imagens das câmeras pelo celular conquista rapidamente o consumidor. Observe se o aplicativo pode ser personalizado, já que ter a sua marca associada aos benefícios que ele promove é uma excelente estratégia de comercialização.

Restou alguma dúvida sobre o assunto ou possui alguma sugestão? Compartilhe conosco abaixo pelos comentários.

[dot_recommends]