O novo RH: a experiência com pessoas

O departamento pessoal ainda trabalha com aspectos legais das relações trabalhistas, mas o novo RH pode e deve ir além.

A gestão de pessoas ou área de RH, como ainda é chamada por muitas empresas, não se restringe mais apenas a processos de departamento pessoal, como folha de pagamento, benefícios e férias. O departamento pessoal ainda trabalha com aspectos legais das relações trabalhistas, mas o novo RH pode e deve ir além.

Cuide das pessoas

Uma área estratégica de pessoas deve ser voltada às relações pessoais e não somente às relações que envolvem a contratação burocrática.

O RH deve ouvir os colaboradores sobre o que precisam em termos de qualidade de vida e entusiasmo no trabalho, sem priorizar assuntos em torno dos benefícios compulsórios. Deve ir além de uma entrevista técnica, deve ouvir de coração a história do entrevistado que está à sua frente e não somente o questionar sobre conhecimentos e experiências anteriores.

O RH deve perguntar todos os dias como as pessoas estão, chamar de vez em quando para um feedback formal não contempla todos os aspectos necessários para acompanhar o desenvolvimento pessoal no trabalho.

Na Segware, sempre houve uma vontade de fazer mais, de se dedicar mais às pessoas. Elas sempre foram o nosso foco, mas, como em todas as empresas pequenas, há um certo limite de contratações, orçamentos e tempo.

Em 2017, nós resolvemos quebrar paradigmas e estruturar uma empresa com foco em resultados e pessoas. Mas como fazer isso ao mesmo tempo e de forma motivadora? Michelle, nossa Gestora de Pessoas, diz que foi um desafio enorme, pois é importante a cobrança e a gestão por resultados, mas sem esquecer que estamos lidando com pessoas de diversos perfis.

Uma das soluções encontradas foi focar no endomarketing, atuando fortemente na comunicação entre os colaboradores, com muita atenção e carinho aos comportamentos e diferentes necessidades.

“É difícil e desafiador”, comenta Michelle, “É um trabalho gratificante, principalmente quando começamos a ver o retorno. Sinto as pessoas mais felizes, integradas e focadas num objetivo comum. Recentemente fizemos uma ação aparentemente simples e fácil e que foi tomando forma a partir do envolvimento das pessoas. Propusemos um torneio FIFA como ação inicial do processo de endomarketing e o resultado foi um evento com preparações antes, durante e pós campeonato.”

Michelle Digiácomo

O vídeo está disponível no nosso Facebook para quem quiser conferir.

A experiência das pessoas está voltada às suas emoções

Com essa ideia de novo RH, resolvemos mudar de nome de setor e colocar um apelido para nossos colaboradores, criando assim, uma identidade própria. Sempre acreditamos que a Segware é o que é devido às pessoas que se engajam no negócio. Assim, Arthur Ávila, estagiário de endomarketing, e que está na empresa há somente 1 mês e meio, entendeu nosso esquema e sugeriu Segmakers como apelido à galera que trabalha conosco. Serviu como uma luva! People Experience é o nome da área do novo RH, e isso traduz nosso objetivo como setor. Na realidade, é uma visão que temos como empresa: proporcionar uma experiência única aos clientes externos e internos.

A Segware é toda voltada para essa experiência. Proporcionamos auxílio educação, um ambiente aberto e descontraído, um espaço lounge com videogame, cadeira massageadora, sofás, rede, copa, etc. Queremos que as pessoas literalmente tirem os sapatos e se sintam em casa.

Gestão de Pessoas não se faz sozinho

Outro aspecto de mudança nessa nova fase da Segware foi a liderança. Estamos investindo cada vez mais em processos de desenvolvimento. Acreditamos que qualquer um pode ser líder e que não é necessário obrigatoriamente um cargo para isso. Liderança está ligada ao comportamento e não ao nome de um cargo em específico. Encorajamos as pessoas e queremos que todos sejam mestres naquilo que fazem. Temos fome de crescer e desejamos que as pessoas cresçam conosco.

Proporcionamos feedbacks formais, mas adoramos as conversas informais, rápidas, de corredor e de bar. Atuamos de acordo com a metodologia Lean, o que coube muito bem à nossa realidade.

Para fazer gestão de pessoas é imprescindível trabalhar na comunicação. Há diversos canais, mas os mais usados por nós são o whatsapp e o facebook, na funcionalidade ainda em teste, mas já muito usada por nós, o Workplace. Ali colocamos ideias, fotos, brincadeiras e avisos formais. O pessoal sabe usar com responsabilidade e tem sido muito bom para integração.

No que se trata de comunicação relacionada aos objetivos da empresa e resultados, fazemos nosso Segtalks toda sexta-feira. É um momento de troca de ideias e repasse de informações importantes, no qual nosso CEO tem um momento especial com a galera.

Nossa gestão de tarefas é feita através dos kanbans e todos são convidados a visitar os quadros de todos os setores. É uma comunicação rápida e assertiva, além de estar sempre atualizada. Seguindo essa metodologia, fazemos as reuniões diárias, de retrospectiva, de planejamento e assim por diante. É uma delícia esse clima de compartilhar experiências. “Uma empresa não sobrevive sem comunicação, pessoas e resultados e nesse tripé temos sustentado e dado vazão às nossas ações”, comenta Michelle, Psicóloga, especialista em Gestão de Pessoas, Psicologia para Grupos e Relações de Trabalho.

Restou alguma dúvida sobre o assunto ou possui alguma sugestão? Compartilhe conosco abaixo pelos comentários.