Por que você deve ter receptor GPRS nas soluções de rastreamento

GPRS vem do termo em inglês General Packet Radio Services, que significa Serviço de Rádio de Pacote Geral. O GPRS é a evolução do sistema GSM.

Antes de falarmos porque as soluções de rastreamento devem ter receptor GPRS, vamos explicar rapidamente o que é GPRS. A sigla vem do termo em inglês General Packet Radio Services, que significa Serviço de Rádio de Pacote Geral. O GPRS é a evolução do sistema GSM, e a tecnologia aumenta as taxas de transferência já existentes antes.

O principal diferencial é que o sistema GPRS realiza a transmissão de dados por pacotes, o que acarreta uma taxa de transferência muito mais elevada e mais rápida.

A função principal do GPRS é comportar o tráfego de dados para que a rede telefônica seja conectada à internet. Na área de segurança, o serviço permite o rastreamento em tempo real, tornando o monitoramento mais completo. Um receptor GPRS possui ainda a capacidade de memorizar as rotas e posteriormente emitir relatórios sobre o trajeto feito pelo veículo.

Este serviço traz também vantagens econômicas, como a redução de custos. Antes com o GSM, a tarifa era calculada por tempo de conexão. Com o GPRS, o cálculo será feito com base na quantidade de dados transmitidos. Ou seja, mesmo que a empresa passe 24 horas conectada, se não utilizar o serviço, não precisará pagar por isso.

De forma resumida, ter um receptor GPRS nas soluções de rastreamento só causa benefícios para a empresa. No momento, esta é uma boa opção de serviço disponível no mercado.