Seis principais tecnologias que devem ser estudadas no momento de escolher uma solução de monitoramento

Separamos as cinco funcionalidades mais populares dentro do mercado brasileiro e que, quase na sua totalidade, são capazes de funcionar em uma central integrada.

Uma empresa de segurança preocupada com a qualidade do serviço prestado tende a investir em um bom sistema de segurança que integre todas as tecnologias disponíveis. Porém, muitos gestores têm dúvidas sobre o tipo de soluções tecnológicas que podem ser usadas em uma ferramenta integrada desse porte. Para ajudá-lo nessa questão, separamos abaixo cinco funcionalidades mais populares dentro do mercado brasileiro e que, quase na sua totalidade, são capazes de funcionar em uma central integrada. É importante destacar que outros tipos de tecnologias que não estão nessa lista também são capazes de funcionar nos softwares mais modernos.

As tecnologias mais populares nos sistemas integrados de segurança são:

  • Circuito fechado de câmeras e monitoramento: Uma das tecnologias que se faz mais necessário hoje em dia no segmento de segurança é o CCTV. Este serviço é parte importantíssima de um sistema integrado para monitoramento de alarmes. Basta pensar que em uma mesma solução, você terá o monitoramento de todas as câmeras e alarmes de seu cliente. As principais ferramentas disponíveis no mercado brasileiro permitem integrar todos os canais (câmeras IP, DVR ou até NVR) de forma simples e fácil realizando, por exemplo,  gravações remotas e até geração de eventos sobre dispositivos sem comunicação.Para usar um sistema de CCTV em uma solução integrada, você precisa verificar se o software que você pretende contratar conta com um codec e drivers que decodifique as imagens geradas pelo seu equipamento de câmera. Muitas ferramentas costumam ler os formatos H.264, MPEG­4 e MJPEG, de fácil conversão.É importante destacar que cada uma de suas configurações de acesso (IP, Porta, Usuário e Senha) são tratadas de forma criptografadas e estão seguras dentro do software escolhido. Dessa forma, todas as imagens geradas pela câmera serão acessadas pela ferramenta e poderão ser armazenadas remotamente (na própria solução de monitoramento, por exemplo);
  • Alarmes: A tecnologia de monitoramento de alarmes resolve boa parte das demandas de segurança de uma empresa. Os alarmes podem ser acionados de forma automática, por sensores que detectam movimento, sensores magnéticos ou de fumaça, ou por meio de controles manuais, liberados por um agente na central de segurança.A configuração dos alarmes e dos dispositivos de acionamento, como sensores de movimento, são facilmente integráveis com uma central de segurança. As ferramentas disponíveis no mercado permitem uma fácil interação entre esses dispositivos, permitindo, inclusive, o acionamento remoto, tanto por parte da empresa de monitoramento, como pelo cliente final, através de aplicativos para Smartphone. Para isso, é imprescindível que sua solução lhe ofereça estas funções e benefícios.
  • Rastreamento e geolocalização: Com a evolução das tecnologias de segurança, os gestores passaram a contar com mais informações sobre os incidentes e tentativas de intrusão. Se antes era possível saber o horário de uma ocorrência, agora pode-se, inclusive, saber a localização de um bem com a ajuda de tecnologias de geolocalização.Como essas ferramentas trabalham com os sistemas padrão de geolocalização, como GPS e GLONASS, a integração delas com as centrais costuma ser muito mais simples. Os softwares têm condição de mostrar o ponto exato onde está um bem e, em alguns casos, pode até disparar um alarme ou até enviar comandos para o bem monitorado, como um carro por exemplo, para desligar ou obter dados de telemetria do veículo. Em outros casos, é possível monitorar um cliente através de um smartphone com GPS ativo oferecendo serviços de “chegada assistida” ou até atendimento de situações emergenciais.
  • Gestão de equipes: Além de tecnologias operacionais, que dão suporte às ações da empresa, muitas companhias investem em sistemas gerenciais, responsáveis por gerir a alocação de recursos e de pessoal. Essas soluções também podem estar integradas a uma central de segurança, o que dá ainda mais informações para as equipes.As soluções integradas de segurança permitem que você integre os dados gerados por softwares, como escalas de horários, relatórios de ocorrências e trânsito de viaturas. É possível usar essas informações com outros recursos integrados ao sistema, como: recursos de geolocalização para saber o paradeiro de uma viatura, por exemplo.Cabe destacar que algumas soluções integradas de segurança disponíveis no mercado contam com uma interface gerencial embarcada. Ou seja: o próprio software conta com recursos de gestão de equipes, sem a necessidade da contratação de um sistema externo. Considere essa possibilidade antes de contratar um software do gênero.
  • Portaria remota: A grande novidade do mercado nos últimos anos, o serviço de portaria remota cresce a cada dia e é muito importante que você ofereça este serviço integrado com sua solução de monitoramento de segurança. Algumas soluções hoje permitem toda a configuração da CPU que gerencia as entradas no condomínio de forma remota, assim como geração de credenciais de acesso para visitantes e lista de convidados. Neste segmento é muito importante contar com equipamentos e soluções integradas e de qualidade, pois ao juntar muitas soluções você pode ter sua operação prejudicada assim como situações de manutenções recorrentes e falta de integrações futuras.
  • Gestão de empresa: Por fim, porém não menos importante, empresas de segurança necessitam de um software de gestão financeira e de clientes específico para o mercado e que seja integrado com a solução de monitoramento. Tenha certeza que irá facilitar muito o seu dia a dia se você contar com tecnologia que possa automatizar o faturamento, habilitação de desabilitação de serviços, controle financeiro e reajustes de contrato, etc.Você encontra hoje softwares totalmente integrados que pode lhe oferecer este serviço totalmente sincronizado, onde todo o cliente gerenciado em uma plataforma, será também replicada para outra, de forma transparente para os usuários e setores responsáveis em sua empresa.

E você, gostaria de acrescentar alguma tecnologia a essa lista? Dê sua sugestão – escreva-a nos comentários.